Anvisa aprova indicação de PrEP para adolescentes para reduzir os riscos de infecção pelo HIV

Medicamento antirretroviral era indicado para tratamento e prevenção de contaminação da infecção pelo HIV apenas em adultos. A recente aprovação permite que adolescentes a partir de 15 anos façam uso do medicamento para prevenção.


A partir de agora, adolescentes com 15 anos ou mais podem fazer uso do medicamento Truvada (entricitabina + fumarato de tenofovir disoproxila) para profilaxia préexposição (PrEP) – em conjunto com práticas sexuais mais seguras – para reduzir o risco de infecção pelo HIV. Anteriormente, a medicação produzida pela farmacêutica Gilead Sciences era indicada para tratamento e prevenção do HIV somente em adultos.

A autorização da ampliação de uso para pessoas a partir de 15 anos, de alto risco, e com peso corporal igual ou maior a 35 kg foi publicada no Diário Oficial da União na última semana. Podem ser considerados indivíduos de alto risco aqueles que têm parceiro infectado pelo HIV, que fazem uso inconsistente ou não uso de preservativo, que têm diagnóstico de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), profissionais do sexo ou que possuem parceiros com situação desconhecida sobre o HIV.

“Com a expansão do grupo que pode usar Truvada como uma opção de prevenção, demos mais um passo importante na redução das taxas de transmissão do HIV e aumentamos a qualidade da saúde pública no país”, afirma a Dra. Rita Manzano Sarti, infectologista e diretora médica sênior da Gilead Sciences Brasil. “Estamos sempre comprometidos em atender às necessidades da prevenção e do tratamento do HIV e corroborar para que mais pessoas tenham acesso a esses métodos”, finaliza.

A ampliação do uso do PrEP para adolescentes representa um grande passo na prevenção do HIV e Aids entre essa pop


(ISTs) e não fornece a cura para o HIV/Aids.



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

©2021 Todo direitos reservados por Castellano TV